A Embaixada de Portugal em Viena chama a atenção para a decisão tomada pelas autoridades austríacas implicando que os viajantes provenientes de Portugal deverão apresentar teste negativo para SARS-CoV-2 realizado nos últimos 4 dias, ou permanecer em auto-isolamento por 14 dias após chegada a este país (não sendo, por isso, exatas algumas notícias dando conta de que “Portugueses proibidos de entrar”). Assinala-se, no entanto, que foram temporariamente suspensos os voos diretos entre ambos países.

Tal como temos vindo a comunicar às autoridades austríacas, consideramos que a avaliação realizada, apenas com base no critério da taxa de incidência de novos contágios por 100 000 habitantes, não reflete a situação em Portugal na sua globalidade, tendo em conta que não toma em consideração, nomeadamente, o número de testes realizados em cada país.

Com efeito, Portugal figura entre os países da União Europeia que mais tem testado a população, com 1 102 066 amostras (25/6/2020).

Com data de ontem (dia 25/6), foram notificados mais 311 casos, o que representa um crescimento de 0.8% em relação ao dia anterior, elevando número total de infetados para 40.415. No mesmo dia, foram dadas como recuperadas da infeção mais 299 pessoas, pelo que o país contabilizava 26.382 pessoas curadas da doença.

Ao mesmo tempo, o número de casos ativos que obrigam a internamento hospitalar mantém-se estável e numa trajetória descendente, sendo que o número de pacientes em Unidades de Cuidados Intensivos é residual (67). Do mesmo modo, o número de óbitos é relativamente reduzido, fixando-se em 1549 entre 40 415 casos de infeção.

Assinale-se, por fim, que, no presente, a Região de Lisboa e Vale do Tejo (Concelhos de Lisboa, Sintra e Loures), é onde se regista o maior número de novos casos, totalizando 77% , situação que está a ser devidamente monitorizada pelas competentes autoridades de saúde, que puseram em prática um conjunto significativo de medidas.

A Embaixada de Portugal continuará em estreito contacto com as autoridades austríacas tendo em vista fornecer-lhes toda a informação para um melhor esclarecimento da situação.

  • Partilhe